Você vive Acima ou Abaixo da linha da Vida?

O Princípio Número Um de Sucesso: Viver Acima ou Abaixo da Linha da Vida!

Se alguém lhe perguntar qualquer coisa sobre este tema, qual seria a sua resposta?

Certo, o conceito de sucesso é totalmente dinâmico e o seu conceito poderá ser completamente diferente do meu.

Mas há uma coisa em comum!

Só podemos considerar que aprendemos qualquer coisa quando o nosso comportamento muda em função desse conhecimento.

Preste atenção…

Não aprendemos verdadeiramente quando sabemos explicar, quando sabemos expor ou colocar em um papel, mas sim, quando passamos a comportar -se segundo essa aprendizagem, certo?

Aí nós aprendemos qualquer coisa.

A linha da vida é uma linha horizontal.

____________________________________________

De alguma maneira, nós, talvez por causa da sociedade, família e ambiente em que nascemos somos condicionados a viver uma vida abaixo da linha.

Mas como se comportam as pessoas que vivem abaixo da linha da vida? E o que é isto de viver abaixo da linha?

De certa forma, é ficar constantemente aquém das nossas expectativas e das expectativas dos outros. É quando não conseguirmos ser os melhores, segundo o nosso conceito de melhor.

Estamos a viver abaixo da linha sempre que:

Damos desculpas

Toda vez que encontramos uma justificação para alguma coisa que não correu como queríamos, estamos vivendo a vida abaixo da linha. Cada vez que colocamos a culpa na economia, no sol, na chuva, no passar das estações do ano, no chefe que não nos compreende ou em qualquer coisa que seja, estamos vivendo abaixo da linha.

Sempre que existe uma desculpa para o que não aconteceu e devia ter acontecido, cada vez que temos um álibi para cada pequeno fracasso que vai aparecendo na vida criamos condições para não sermos bem-sucedidos.

Pare de dar desculpas esfarrapadas e viva acima da linha da vida!

Encontramos culpados

Quem vive abaixo da linha da vida, vive buscando culpados para justificar seus fracassos. Cada vez que encontramos um culpado, estamos vivendo a vida abaixo da linha. Sempre que há um culpado por aquilo que não está acontecendo como imaginávamos, estamos vivendo a vida abaixo da linha.

Viver em negação

Vivemos em negação quando recusamos a olhar para a realidade tal como ela é. Pessoas que vivem em negação, são aquelas que quando se pesam, percebem que estão pesadas e quando olham no espelho dizem:

“Tenho os ossos pesados”

Não!

A dura realidade é que realmente estão gordos e até percebem que estão gordos, mas não querem fazer uma dieta, não querem se inscrever  em uma academia e muito menos ter os cuidados necessários para emagrecer. Até falam a verdade sobre sua realidade e até tem coragem para fazer um balanço e dizer: “Estes são os meus ativos e estes são os meus passivos”, não temos o poder de agir sobre a nossa vida.

Enquanto formos encontrando justificações para aquilo que está acontecendo, nada vai ocorrer como desejamos. Viver a vida abaixo da linha faz de nós vítimas.

Por que viver a vida abaixo da linha é acreditar que aquilo que nos acontece, à nossa volta, ao ambiente que nos rodeia, são os outros que determinam e não nós como protagonistas de nossa jornada. É acreditar que o que acontece na nossa vida e, consequentemente, no nosso futuro, é determinado pelos outros. É não compreender a lei da causa-efeito.

É não compreender uma das leis fundamentais do universo: todos temos o poder de assegurar determinadas causas e, consequentemente, alguns efeitos.

Abaixo de suas potencialidades

Quem vive abaixo da linha não enxerga as oportunidades a sua volta. Não percebe que a vida é feita de oportunidade fantásticas e muitas vezes nem usa suas potencialidades pessoais. Digo pelo menos aquelas que Deus lhe deu para poder obter sucesso neste mundo.

Age como termômetro

Quem vive em negação age como um termômetro.

O que faz um termômetro?

Mede a temperatura externa, certo?

Mas o que acontece no interior deste termômetro?

Ele muda conforme muda a temperatura do ambiente externo. E é exatamente isso que acontece com quem vive abaixo da linha. Dependendo do ambiente, há uma mudança em seu interior. Se o ambiente é favorável, ele estará bem. Mas se o ambiente não for favorável, ele se auto sabota comportando-se com as características citadas acima.

E então, você é um termômetro?

E como é Viver Acima da linha? 

Felizmente, também temos o poder de nos comportar acima da linha, ou recondicionarmos para isto. Porque nós não nascemos assim: nós aprendemos a ser assim.

Porque à nossa volta nos ensinaram a ser assim. Se aprendermos isto então também podemos aprender exatamente o contrário.

Responsabilidade

O que quer que tenha acontecido, bom, mau, ou interessante, foi fruto das decisões que tomamos. Se é bom, ótimo, então não temos que nos sentir culpados com os resultados. Mas se não é bom, temos que perceber que na próxima vez é necessário semear de outra forma, porque se continuarmos a fazer as mesmas coisas, vamos continuar a ter os mesmos problemas.

Propriedade

Viver em propriedade é perceber que, sendo bom ou mau, é nosso, é a nossa vida e fomos nós que o fizemos. A propriedade permite lançar um olhar sobre o futuro. Quando vivemos em culpa, vivemos com um olhar sobre o passado. A propriedade nos proporciona um poder de mudar o futuro. Não interessa o passado, não interessa de onde viemos, não interessa o que passamos lá trás, as decisões que tomarmos hoje podem influenciar o nosso futuro positivamente.

Por isso comecemos hoje a tratar do que temos que fazer para influenciar o nosso futuro positivamente.

Prestação de contas

Você deve escutar com frequência comentários do gênero: “eu não devo contas a ninguém”, “não presto contas a ninguém”, “não preciso de ninguém”. Isso não é verdade, ninguém vive sozinho no mundo e só vivemos acima da linha quando assumimos os nossos erros, ouvimos e ajudamos os outros e prestamos contas pelos nossos fracassos.

O que significa viver acima da linha? É ser Vencedor!

Quando vivemos acima da linha, nós respondemos. Quando vivemos abaixo da linha, nós reagimos.

Qual a diferença entre responder e reagir?

Responder implica uma escolha, uma escolha consciente: aconteceu isto e, conscientemente, escolhemos qual é a melhor opção (ou a que parece ser a melhor opção) dado o cenário. Quando reagimos vivemos abaixo da linha, a nossa reação é fruto do condicionamento de determinado acontecimento. Um exemplo simples: se nos empurram, nós empurramos de volta; se gritam, nós gritamos de volta.

Acima da linha temos a capacidade de agir, abaixo da linha somos passivos e esperamos que as coisas mudem.

Enfim, viver acima da linha nos torna um termostato.

Viver abaixo da linha faz de nós um termômetro (reagimos ao que acontece ao nosso redor, à temperatura). A diferença entre um termostato e um termômetro é que o primeiro regula a temperatura comandando o ambiente para manter determinada temperatura. O termômetro apenas reage ao ambiente, fazendo subir e descer o mercúrio dependendo da temperatura externa.

Essas são as regras para o princípio número um de sucesso. A diferença entre comandar e ser comandado, escolher ou deixar que escolham por si.

Nunca se esqueça da lei fundamental do universo: todos temos poder de fazer as próprias escolhas, de garantir a nossa causa-efeito.

Tenha um ótimo dia!

Você também pode gostar de:

☑ 3 Ferramentas de CheckList para Coaches Você já pensou em todas as atividades que faz ao longo do dia? E também aquelas tarefas que deixa de fazer? Se colocarmos em um papel, a lista ser...
3 Maneiras para Você escalar a sua Carreira Profis... Ao longo destes anos passei por diversas empresas e apliquei muitos treinamentos a profissionais de distintas áreas, e o que mais me deixa surpreso é ...
Quanto tempo deve durar uma Sessão de Coaching? O processo de Coaching é bem diferente de um processo psicoterápico ou de psicanálise. Ele tem um tempo determinado, do começo ao fim. Dificilmente o ...
4 Ingredientes para uma Carreira de Sucesso!!! Mais importante do que qualquer graduação que você venha conquistar, mais importante do que qualquer certificação ou credenciais que você venha obter,...
Clailton Luiz
Clailton Luiz é empresário, Palestrante, Especialista em Gestão de Tempo e Produtividade, Escritor, Professional & Self Coach, Leader Coach, Analista Comportamental pela Coaching Assessment, CEO da Line Coaching.
Já ajudou milhares de pessoas a organizarem suas vidas, alavancarem suas carreiras, reestruturarem ou abrirem suas empresas e conquistarem seus sonhos através de seus treinamentos.

Gostou? Deixe o Seu Comentário!