Você busca um Emprego ou um Trabalho?

Você sabe qual a diferença entre um Trabalho e um Emprego?

Trabalho é uma atividade que se realiza para gerar um produto ou serviço, mas que não lhe dá uma remuneração e sim um sentido. Uma dona de casa por exemplo tem um trabalho. O trabalho que ele desenvolve, não lhe dá uma remuneração, mas o que ela faz, tem um grande sentido em sua vida.

O emprego pelo contrário, lhe dará uma remuneração ao final do mês. No emprego você pode enrolar o dia inteiro sem produzir nada, mas ao final do mês você recebe seu salário. Muitas pessoas procuram emprego, mas poucos estão disponíveis ou preparados para realmente trabalhar e progredir.

Há pessoas que têm um emprego e não tem trabalho, sofrem com o que chamamos de síndrome do domingo a noite. Quando começam a ouvir a vinheta do fantástico ou do programa Silvio Santos, começam a se deprimir.

Emprego é o que você faz por dinheiro; trabalho é o que você faz por amor. Emprego é aquilo que você encontra facilmente; trabalho é o que você demora a encontrar e muitos talvez nunca encontrem. Emprego nem sempre tem algo a ver com a sua vocação; trabalho tem tudo a ver com a sua vocação.

O trabalho move as pessoas para frente já o emprego é algo que se deseja para sobreviver.

O trabalho tem relação direta com o estilo de vida do indivíduo, em quem ele é ou deseja se tornar. Está pautado em projetos, metas, objetivos e sonhos. Trabalho vai além da necessidade financeira, trata-­se de um caminho para a realização.

Já o emprego é uma atividade alienada em que o profissional atua por mera necessidade financeira, distante de algum tipo de apreciação. Todos nós já passamos por essa experiência, seja pelo fato de ser a primeira colocação no mercado, ou por ainda não ter descoberto a própria paixão, o que verdadeiramente está conectado com suas motivações e convicções mais autênticas.

Com os empregos em baixa, novas oportunidades de trabalho crescem.

Mas por que ocorre isto? O fato é que manter vínculos empregatícios é um grande peso para as organizações, porque envolvem impostos, burocracias, ações trabalhistas, etc. A tendência é enxugar o excesso de pessoas e trabalhar com profissionais mais ágeis, técnicos, com personalidade flexível e, principalmente, desapegados aos modelos antigos como o de sonhar com estabilidade eterna, décimo quarto, benefícios e mais benefícios.

Um conselho que dou aos meus Clientes, é que construam uma carreira baseada no trabalho e não em emprego.

Se você gostou do nosso conteúdo deixe seu comentário e compartilhe com seus amigos!

Tenha um ótimo dia! ☺

 

Você também pode gostar de:

Como construir uma boa imagem Profissional nas Red... Embora as redes sociais muitas vezes são usadas ​​como um diário ou um álbum de fotos, elas também pode ser usada como uma grande vitrine, para você p...
10 Características de Mulheres de Sucesso Todas as mulheres têm sua própria definição de sucesso. Porém há maioria possui características relevantes entre si. Confira na lista abaixo: 1- ...
7 Táticas que devem ser usadas na hora de Escolher... Antes de definir um investimento para a  sua formação em Coaching, existem alguns cuidados que deve ter na hora de escolher seu curso de Coaching. Ess...
Método para divisão de Metas anuais Empresário, como você divide suas metas? Ter um negócio altamente lucrativo com equipe a todo o vapor é o sonho de todo empresário. Muitos empresário...
Clailton Luiz
Clailton Luiz é empresário, Palestrante, Especialista em Gestão de Tempo e Produtividade, Escritor, Professional & Self Coach, Leader Coach, Analista Comportamental pela Coaching Assessment, CEO da Line Coaching.
Já ajudou milhares de pessoas a organizarem suas vidas, alavancarem suas carreiras, reestruturarem ou abrirem suas empresas e conquistarem seus sonhos através de seus treinamentos.

Gostou? Deixe o Seu Comentário!