5 Passos para abrir o seu Próprio Negócio!!

passos_negócios

A vontade de abrir um negócio pode surgir por diversos motivos.

Em alguns casos, o desemprego “força” o indivíduo a buscar outras formas de se manter, enquanto em outros, a vontade surge do sonho de empreender para ter mais autonomia e liberdade no mundo dos negócios.

O fato é que em algum momento, é possível que uma pessoa pense seriamente em empreender.

O problema começa quando o indivíduo abandona o sonho de empreender por acreditar que o processo seja muito difícil. Mas vamos contar um segredo: pode ser muito mais simples do que o empresário possa imaginar. Não existe uma fórmula mágica, mas alguns passos podem facilitar a vida de quem tem esse sonho.

Os processos burocráticos existem, mas se o empresário reunir a documentação correta, pensar nas estrategicamente e colocar o plano em ação, dificilmente algo sairá errado.

Por isso, preparamos 5 dicas que achamos essenciais para ajudar aquelas pessoas que tem a vontade de empreender. 

Começando por um bom plano de negócios, acertando a questão do CNPJ, escolhendo um bom nome, descomplicando as questões burocráticas e caprichando no marketing é possível empreender.

Passo 1: Plano de negócios

Quando uma pessoa deseja muito fazer uma viagem, o planejamento para que tudo dê certo é essencial. Com uma empresa não pode ser diferente, por isso, existe o plano de negócios. Este é um documento extremamente necessário para fazer uma projeção da empresa pelos próximos anos.

Um bom plano de negócios, para funcionar, deve ter alguns itens essenciais. Um deles é o sumário executivo, que deve conter o perfil da empresa e os objetivos. É no plano de negócios que o empresário faz uma descrição da empresa, análise de mercado, estruturação do negócio, planejamento de todo o marketing e muito mais.

Não é recomendado pular esta etapa, já que é por meio do plano que o empresário pode ter uma noção real do mercado e do futuro que o espera. O plano de negócios é a ferramenta ideal para não ser pego de surpresa diante de possíveis dificuldades.

Passo 2: Fique na legalidade

Quando se pensa em abrir uma empresa, o indivíduo pode se intimidar com a quantidade de questões que tem para resolver, mas a verdade é que o processo não é tão complicado. O ideal é procurar um contador, pois ele é o profissional indicado para auxiliar no processo.

Ele vai ajudar o empreendedor a reunir a documentação, além de indicar qual será o melhor sistema tributário. Por meio de um contador, o empresário também pode montar um cronograma completo com pagamentos de impostos, assim, a empresa terá um dia específico o balanço.

O empresário precisará definir qual é o tipo de empresa que deseja abrir. Ela pode ser individual, sociedade empresária limitada, literária ou artística. Isso é importante, pois se a empresa for uma sociedade, será essencial definir a participação de cada um.

Um bom exemplo para isso é o fato da empresa precisar de pelo menos uma pessoa para desenvolver funções em seu interior, para isso, há o sócio-administrador.

Mesmo que o seu negócio seja home office ou autônomo, entenda a importância de ficar na legalidade. Para esses casos, existe o registro como microempreendedor individual (MEI). Dessa forma, mesmo que seja um negócio feito em casa, o empresário será capaz de emitir Nota Fiscal, além de ter garantido todos os seus direitos.

Passo 3: Escolha um bom nome

A escolha de um bom nome é uma etapa igualmente essencial na hora de abrir o próprio negócio. Existe a razão social, que nada mais é que o nome da pessoa jurídica, registrado com o CNPJ. Mas Existe também o nome fantasia, que aquele pelo qual a empresa ficará conhecida.

Depois de definir o nome fantasia, é interessante que o empresário pense na necessidade de fazer o registro de marca junto ao INPI (Instituto Nacional de Propriedade Industrial). Esta é uma boa garantia para que a marca da empresa esteja protegida de diversas formas. Vale pensar neste caso.

Passo 4: Cuide de toda a burocracia

Esta também pode ser uma parte considerada difícil do processo de abertura de uma empresa, mas o processo apesar de burocrático, é fácil de executar. É necessário cuidar da documentação para obter o CNPJ junto à Receita Federal. O documentos são: cópia autenticada do RG, CPF do titular, cópia do comprovante de endereço da empresa. É necessário verificar também se é preciso fazer a inscrição estadual, ela só é necessária para algumas empresas, outras são isentas.

Já a inscrição municipal deve ser feita junto à prefeitura da cidade onde a empresa está localizada. Este passo é obrigatório, por isso, o empresário deve ir com os dados do CNPJ e demais documentos solicitados. Nesta ocasião, o empresário pode dar entrada no alvará e verificar quais são as normas locais para o estabelecimento funcionar.

O registro no INSS é obrigatório e pode ser feito no Posto da Previdência Social. Existem outros registros que devem ser feitos, mas vão depender do que é a empresa.

Por exemplo, um hotel para animais de estimação, precisará de um médico veterinário responsável, neste cadastro específico, o cadastro deve ser feito no Conselho Regional de Medicina Veterinária.

Passo 5: Marketing

Depois de toda a burocracia, o empresário poderá cuidar da parte visual do negócio. Vale definir logotipo, cores, pensar em um bom site, redes sociais e muito mais. Neste momento, o marketing definido lá no plano de negócios começa a entrar em ação.

O ideal é ter um profissional para cuidar de toda essa parte, por isso, essa etapa deve estar no plano de negócios.

O empresário poderá contratar um profissional fixo, ou até mesmo um freelancer para criar campanhas específicas. O que não dá, é ficar sem um bom marketing, pois ele ajudará o negócio a ser divulgado para o público-alvo, chegando muito além.

Em nosso Ebook Impulsão Empresarial é possível você Empreendedor entender as Fases que constituem um Negócio e prevenir erros que possam afetar diretamente o seu Planejamento.

Clique aqui e baixe gratuitamente!!!

Você também pode gostar de:

Criatividade ajuda padaria a driblar a Crise Com faturamento de R$ 84 bilhões, setor sente efeitos da queda no consumo, mas ainda anima os empreendedores. Em agosto de 2015, os empresári...
Aprenda 3 Crenças úteis no Coaching! Podemos destacar dentro da área do Coaching 3 Crenças úteis que servem para aplicar a vida pessoal e profissional. 1⃣  O mapa não é o território ...
Como nascem e morrem as Empresas Brasil tem uma das maiores taxas de empreendedorismo do mundo!! Quem nunca sonhou em fazer o que gosta e ainda ganhar um bom dinheiro? Motivados ...
☑ 3 Ferramentas de CheckList para Coaches Você já pensou em todas as atividades que faz ao longo do dia? E também aquelas tarefas que deixa de fazer? Se colocarmos em um papel, a lista ser...
Clailton Luiz
Clailton Luiz é empresário, Palestrante, Especialista em Gestão de Tempo e Produtividade, Escritor, Professional & Self Coach, Leader Coach, Analista Comportamental pela Coaching Assessment, CEO da Line Coaching.
Já ajudou milhares de pessoas a organizarem suas vidas, alavancarem suas carreiras, reestruturarem ou abrirem suas empresas e conquistarem seus sonhos através de seus treinamentos.

Gostou? Deixe o Seu Comentário!

Deixe um Comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Deixe um Comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *